Friday, October 17, 2008

os nossos ranúnculos já estão a nascer!



os bolbos que andamos a comprar na baixa de coimbra à menos de um mês já nasceram! e com estas temperaturas estão enormes, o pior vai ser quando vier o inverno...
como é a primeira vez que tenho disto, não sei como vai ser, a ver vamos, mas com tantos bolbos espalhados por todo o lado, tenho esperança que alguns prosperem...
uns dirão que o ar é de um bio-processador primitivo com folhagem, faz mesmo lembrar o coração do magalhães: não é nenhuma bomba, bin-ladens à parte, mas quem não gostaria de ter tido um quando era pequenino?!
outros que parece tudo menos aquilo que é na realidade:
uma máquina-flor genial;
pois como pode um corpo tão desprovido de vaidade
gerar algo tão puramente divinal?!
eu deitei-lhe as minhas dúvidas,
como quem manda sementes para o ar
eu espalhei-as por todo o lado
sem um mapa para as encontrar
sim, porque é no esquecimento
que reside o segredo do inesperado!
a nova palette de cores na varanda vai ser deliciosa, se tudo correr bem!

2 comments:

Cris Bolbosa said...

Vais ver que quando explodirem em flor, é uma surpresa e tanto. E sendo plantados sem serem marcados, bem podes dizer"porque é no esquecimento
que reside o segredo do inesperado!" - Gostei dessa expressão! ;)

buedamau said...

pois bolbos só marquei os últimos que comprei! normalmente tiro uma mão cheia deles para espalhar ao acaso por todos os vasos e recipientes.
com os novos mais os que sobreviveram da última estaçao, já se deve conseguir uma boa e colorida salada ;P