Tuesday, November 11, 2008

Planeta T-Nertera-G

nos confíns do universo existia um planeta
tão estranho que parecia saído do principezinho:
não era grande nem era pequeno
não era tacho nem tão pouco era saladeira
era um planeta-taça
e era infeliz, tristemente-solitariamente-pedregosamente
infeliz
[por vezes queremos para nós próprios um pouco de tempo e solidão, mas experimentem 100.000 anos deles...]
lamuriava por companhia,
-só 2 dedinhos de conversa! quero só 2...
e nada, os anos passavam e ele perdido algures numa prateleira dum hiper ao pé de si
sempre só e solitário
solitáriamente só...
até que uma mão-amiga pegou nele, limpou-o de poeiras deu-lhe nova cara e
por fim
lançou o gérmen de uma nova vida no seu seio
-só quero 2...
-espera, ainda é pequena [disse o amador-criador]. um pouco de paciência mais...
e foi assim que ao fim de uma eternidade
com uma nertera granadensis travou uma eterna amizade!
no futuro vai florescer e caír em cascata pelo seu rebordo
o que será sem dúvida
o nirvana da sua existência
e o ciclo fechar-se-à!
quanto ao 2 dedos da conversa, não pensem que me esqueci,
ocorreram mesmo, mas eles não sabem que
só eu é que os ouvi...

7 comments:

*Sandra* said...

Bem....estou fascinada com a tua forma de te expressares e por outro lado com o habitat que dás ás tuas plantas:D Ficam deslumbrantes, acho que vou cair na tentaçao e tentar recriar alguns desses habitats tão apeteciveis:d
Bjs

buedamau said...

assim fico vaidoso, pois não passo dum apaixonado-amador-iniciante...
servir de inspiração é em si mesmo uma fonte de motivação!!!
força, o que é preciso é ir tentando [mesmo os aparentes falhanços podem vir a ser deliciosos; do mesmo modo que os antecipados sucessos podem ser fracassos retumbantes]!
a história fica para mais tarde..
fico à espera que mostres o resultado dos teus;p

Cris Bolbosa said...

Gostei dos textos, desde e do anterior (ainda não li mais abaixo, eheh), é tão agradável a interpretação que dás aos assuntos.

buedamau said...

ainda bem que gostas; são um pouco absurdos mas é assim a minha escrita! quando as plantas evoluirem tenho de abrir um pequeno anexo com informação básica sobre cada uma...

Rafael said...

Ficou muito bonito este terrario que você fez.
Abraço

Maca said...

Linda Nertera, eu tenho unha con as bolinhas brancas,pero no inverno non sei que facer con ela.¿pode ficar fora no jardín?,agradecía un consello.
Obrigada

buedamau said...

ola maca, eu tenho a nertera à pouco tempo, por isso não sei bem por experiência. ainda assim suponho que as condições óptimas sejam: sol directo velado/sombra; muita humidade (não pode faltar!);
temperaturas médias de 16º (mínima de 10º, por isso não sei se sobrevive na rua...)
acho que é muito boa para interiores luminosos e frescos/quentes desde que sempre humida claro!