Wednesday, April 29, 2009

os livros da minha vida - primeiros tempos


tenho andado um pouco ausente. entediado mesmo. sem grande vontade para escrever no blog, ou mesmo para andar a ler outros. é certo que lhes dou uma vista de olhos, mas falta-me a energia para os ver-com-olhos-de-ver. e ainda menos para os comentar... se calhar até é melhor assim porque nestas alturas parece que tenho o dom de propagar a melancolia. a minha melancolia...
deste modo, e apesar de haver flores novas na varanda, decidi-me por fazer este post que já andava a magicar à uns tempos. para não ser massacrante vai ser dividido por fases-etapas e, espero eu, me possa reavivar a memória. e a vontade!
como já devem ter notado os livros são uma das minhas paixões, a par dos filmes e das flores (bem mais recente esta última); mas nem sempre foi assim, pelo menos ao nível dos romances...
agora um enquadramento histórico para mais tarde recordar, antes que a minha memória se dilua nos confíns do tempo:
como todas as crianças comecei pelas bandas-desenhadas, petzis, patinhas e companhia. livros só com letras ficaram para mais tarde. muito mais tarde... claro que os patinhas são algo limitados e rapidamente, visto desta longa distância, passei para os major alvegas, que alguns certamente recordarão também. mas já faz tanto tanto tempo que já nem contam! a partir daí o meu interesse derivou para os livros porquê? e como funciona? e livros de civilizações antigas cheios de ilustrações e esquemas. pois é enchi a minha pequenina cabecinha de pré-adolescente com estas coisas e mais alguns asterix e lucky lukes. não havia muita coisa nesses tempos e depressa coloquei a leitura de lado para me dedicar às brincadeiras com os meus vizinhos-amigos-colegas!
mas o bichinho estava lá, escondido mas estava lá. e graças às colecções do meu irmão voltei à leitura através da genial enid blyton: primeiro os cinco e depois todos os outros. devorei as colecções completas e sonhei viver aquelas aventuras todas. era já a magia da leitura a funcionar...
rapidamente fiquei sem nada de interesse, ou melhor, que me interessasse para ler. e isto durou alguns anos penso eu de que. até que a minha compreenção atingisse outro tema sobre o qual o meu interesse era crescente: o espaço. obviamente o caminho a seguir era a ficção-científica e também tinha uma bela colecção à minha espera sobre o tema. com a minha sorte a funcionar em pleno acho que agarrei então um livro qualquer desse mestre, robert heinlein, e a minha curiosidade nunca mais parou de crescer. li tudo o que tinha, dezenas e dezenas de livros da europa-américa, argonauta e depois da caminho, tratando evidentemente de completar a lista com novas aquisições. as minhas primeiras compras em termos de livros. foi um periodo de leitura compulsiva, mas também ele se esgotou, mais ou menos...
só quando li os tolkien voltei a um ritmo que ainda hoje mantenho, com altos-e-baixos, mas sempre a somar. o hobbit e depois o senhor dos aneis, devia ter uns 14 ou 15 anos. são livros magníficos, a anos-luz dos miseráveis filmes neles baseados claro. ainda hoje me pergunto como foi possível fazer um tão astronómico lixo com aqueles contos-negros fabulosos que agarram qualquer leitor!
depois vieram as brumas de avalon, outra estória magnífica que aconselho vivamente a ler, mesmo que sejam mais próprios para a juventude, a abrir caminho para outras leituras mais exigentes, como o espantoso stalker e o visionário isaac asimov. claro que houve outros: j.g. balard, philip jose farmer, harry harrison, etc etc etc. ainda hoje gosto de ler ocasionalmente...
e ainda outros, outras escritas achadas por acaso na biblioteca da escola, como o a oeste do eden por exemplo, mas a minha memória já não atinge tão grandes distâncias como nos antigamentes ;P
para acabar fica o autor que inicía uma nova fase, a fase dos romances propriamente dita, com a sua escrita triste e meditativa, com os seus temas sérios levados ao extremo dos sentimentos, com os seus pontos-de-vista tão diferentes de um adolescente, mas de que maneira cativante: milan kundera. para mim foi o verdadeiro início de uma maravilhosa viagem-aventura que não mais parou! mas esta é uma viagem que fica para outros posts...
[para quem estava sem vontade fiz um verdadeiro testamento, não foi?! acho que é o poder das letras a falar mais alto...]
Posted by Picasa

5 comments:

Maluxa said...

Olá :)

De vez em quando temos essas "paragens" , mas depois passa...
Espero que a tua passe rápido :)
Mas entretanto gostamos de saber de ti ...e das tuas plantinhas...

Este post fez-me viajar no tempo...
Os cinco , Os sete , O colégio de Santa Clara...
Muitas aventuras eu "vivi" a ler esses livros :)))

Ah...ando p te perguntar ...e os teus canarinhos??
Os da minha mae puseram 4ovinhos, mas ela abandonou o ninha passado uns dias...nao sabemos pk, pai kiko fartou se de refilar com ela :)) lolol
O kiko Jr é k anda muito em baixo...tadinho!! enfim...calha a todos!!!

Beijokas
MaluXa

Cris Bolbosa said...

Belos tempos, belos tempos.

Tere said...

Olá. Obrigado por tua visita a minha blog. Quando vi tua entrada rapidamente recordei os livros de minha infância, gostava de ler e felizmente segue sendo uma de minhas paixões. Saludos!

Niels Plougmann said...

Hope you are doing well - and enjoy your balcony jungle, while reading books!

Few things can snap me out of my melancholi like Flowers - and good movies - in spite of your dislike of fantasy/sc-fi movies, the good things about them are that we discover that the books they are based on are often a much better experience. Take care!

PLANTAS SUCULENTAS ~ SOL's collection said...

Obrigada pela visita ao meu cantinho e pelo gentil comentario. As suas fotos das praias estao lindas! Tambem aprecio fotos de paisagens. Parabens!