Monday, February 9, 2009

varanda: a selva viva -- balcony: the living jungle

na sequência da chuva de inverno, eis que o sol abriu nestes molhados tempos, dando nova alegria à varanda. como podem ver não é nenhum eufemismo ou outra qualquer figura-de-estilo, é mesmo selvagem a nossa varanda!

com estas últimas benesses hídricas, e apesar do vento tempestuoso, a plantação errática floresce prometendo finalmente um verão mais fresco e colorido... claro que a praia deserta dos banhos de verão se evaporou para sempre, mas agora vai ser possível pic-nicar em altura em plena cidade, encolhidinhos no meio dos picos e ramos, mas possível...

ainda não há muito tempo a vegetação não passava de uns quantos vasos aqui e ali, e muitas bolas-de-cotão das intermináveis obras portuguesas arrastadas pelo vento agreste. já nem se fala do excelente amplificador de sons que é uma varanda despida de verde!

há por aqui muitos exemplares de toda a espécie, perdidos ao acaso e espalhados com uma qualquer intenção obscura prontamente esquecida e que agora não me lembro; mas também existem ilhas de alguns tipos específicos como cactos e suculentas ou de morangos e bolbos...
gosto de pensar que no meio do caos aparente subsiste uma certa ordem, mesmo que intangível, e que, apesar das fotografias contraditórias, todas estão maioritariamente nos locais mais apropriados. embora na maior parte dos casos acabem noutros lados completamente diferentes!
following the winter rain, the sun shined briefly during these last wet days, giving new joy to the balcony. as you can see is not a euphemism or any other figure-of-style, it is really wild our balcony! with these recent water benefits, despite the stormy wind, planting flowers are promising a fresh and colorful summer... clear that the sun baths of that lost deserted beach have evaporated forever, but now we will be able to pic-nic in height in the city heart, freeze-still in the middle of the peaks and branches, difficult but possible...
not too long ago the vegetation was just a few pots here and there, and many fuzz-balls of endless portuguese public works dragged by the wind. not speaking of the excellent sound amplifier that is a naked-green balcony!
there are many examples here of all kinds, lost and scattered at random with some obscure intention promptly forgotten and wich now I do not remember, but there are also islands of specific types such as cacti and succulents and bulbs or strawberries ...
I like to believe that in the midst of apparent chaos there is a certain order, even if intangible, and that, despite the contradictory photographs, all are mostly in the most appropriate locations. although in most cases they will end up in some completely different place!

6 comments:

Maluxa said...

Minha nossa, esta varanda é linda!!! Parece...não... É um verdadeiro Jardim!!! :))

Pois, quanto aos Jacintos estão na rua mesmo...e axo que chega lá o solinho :)
Qualquer dia estão com flor :) Espero eu :)

Os bolbos foi uma experiência, pq eu gosto mesmo é de verdes e suculentas :)
Mas axo que tb virei fã dos Bolbinhos !!!!

buedamau said...

ainda bem que gostas maluxa, eu fico contente por partilhar as minhas aventuras na varanda, selva ou jardim tanto faz, desde que nos dê alegria não é?!
eu tb gosto muito de cactos e suculentas, dá para ver no blog ;p mas o verde e colorido das outras plantas vai dar uma ajuda a refrescar e alegrar o ambiente quando chegar o calor, enquanto espero que as espinhosas cresçam...

NELIO said...

ENA PÁ DÁ LICENÇA???ABRI AS FOTOS E ATÉ PARECE QUE ANDO NA TUA VARANDA,,E TANTA VARIEDADE,NÃO IMAGINEI QUE FOSSE TÃO GRANDE...

Maluxa said...

LoL :) Tens razão Nélio
Eu tive mais a impressão de ser a "vizinha" do lado a espreitar a varanda :)) lol
Se um dia mudar de casa, espero que no minimo tenha uma varanda assim ;)) ehe

buedamau said...

eheheheh... a varanda não é nada grande: só tem uns 7 metros de comprimento. parece maior porque tem uma varanda contígua no escritório, separada por um murete. por isso andam perto da verdade quando dizem que parecem estar a espreitar da varanda do vizinho, só que o vizinho dessa pequeníssima varanda sou eu também!
um dia destes mostro-a, quando estiver mais composta ;P

Hort Log said...

truly fantastic, your photos are full of sunshine !